Programa provisório

A Conferência reunirá, durante três dias, personalidades, especialistas e ativistas internacionais que, juntamente com o público, identificarão a forma em que podemos transformar nosso ambiente para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

As sessões da Conferência acontecerão na Hospedería de Fonseca da Universidade de Salamanca (Ver informação prática)

Na quarta-feira, dia 27 de junho, ocorrerá a inauguração da conferência, bem como ações lideradas por jovens e relacionadas com os ODS e o “Teatro fórum para jovens e os ODS” (dirigido por Lucía Miranda). À noite, será a vez de um espetáculo de luz, arte e música na cidade.

Programa

Quarta-feira, 27 de junho

13:00h – 16:00h

Credenciamentos

16:00h – 17:30h

Cerimônia de abertura e conferência inaugural

Ricardo Rivero

Reitor da Universidade de Salamanca

Guillermo Cisneros

Reitor da Universidade Politécnica de Madri

José Ignacio Sánchez Galán

Presidente da Iberdrola

Rebeca Grynspan

Secretaria-geral Ibero-americana

17:30h – 18:45h

Sessões interativas paralelas “Os ODS em ação: experiências de geração de mudanças I”

Young leaders for the SDGS

17.30h – 18.45h

Photo Tere Gonzalez

Teresa González

Young Leader for the SDGs (ONU) e fundadora de Liter of Light (México)

alejandra_acosta

Alejandra Acosta

Representante da Espanha na rede de jovens “2030 today”, fundadora do projeto “Break the silence”, e cofundadora da iniciativa da ONU mulheres “HeForShe”

Ninguém pode ficar para trás em 2030

17:30h – 18:45h

Se existe uma mensagem onde repetidamente se insiste no texto da Agenda 2030 e dos ODS é que “ninguém pode ser deixado para trás”. Insistência que adverte sobre um risco duplo: por um lado, de que o progresso que queremos conseguir, igualitário e ecológico, deixe fora coletivos oprimidos e marginalizados. Por outro, o de pensar que uma sociedade humana possa realmente ser chamada de desenvolvida se ainda não deu conta desses setores quando, precisamente, um indicador de desenvolvimento essencial é o bem-estar alcançado por sua população mais vulnerável e a igualdade de direitos que possui com respeito ao resto da população.

Cecilia Olea

Cecilia Olea

Fundadora do Centro da Mulher Peruana Flora Tristán e representante da Articulação Feminista Marcosur

Vicenta Camusso

Vicenta Camusso

Coordenadora regional do Cone Sul da Rede de Mulheres Afro-latino-americanas, Afro-caribenhas e da Diáspora e Técnica a cargo das ações afirmativas para a população afrodescendentes no INEFOP.

Tarcila Rivera

Tarcila Rivera

Líder indígena, presidenta da Chirapaq e fundadora do Enlace Continental de Mujeres indígenas de las Américas

????????????????????????????????????

Sara Gimenez

Líder cigana e representante da Espanha perante o Comitê Europeu contra o Racismo e a Intolerância do Conselho da Europa

Manuel de la Iglesia Caruncho2

Manuel de la Iglesia-Caruncho

Especialista independente

As Comunidades Autônomas diante do desafio dos ODS

17:30-18:45h

18:45h – 19:00h

PAUSA

19:00h – 20:30h

Sessões interativas paralelas “Os ODS em ação: experiências de geração de mudanças II”

Bichos estranhos

19:00h – 20:30h

Um workshop de teatro aplicado, especial para jovens (e talvez não tanto), onde o que se faz é brincar e questionar-se através do teatro sobre os estereótipos de gênero para desconstrui-los e inventar outros novos. Teatro aplicado à educação dos direitos humanos, como ferramenta de empatia e desenvolvimento do pensamento crítico.

Lucia Miranda 2

Lucia Miranda

Dramaturga, diretora de cena, arte-educadora e fundadora do The Cross Border Project

Gerando conhecimento e redes desde a Universidade

19:00h – 20:30h

Os Governos Locais e suas associações diante dos ODS: o exemplo da Federação Espanhola de Municípios e Províncias (FEMP)

19:00h – 20:30h

21:30 h

Recepção oficial da Prefeitura de Salamanca e visita guiada noturna para todos os participantes e palestrantes da conferência

Quinta-feira, 28 de junho

8:15h – 9:00h

Credenciamentos

9.00h – 10:30h

Sessão plenária

Convertendo problemas em oportunidades: Bem-vindos à mudança global!

A degradação dos ecossistemas e o impacto ambiental das atividades humanas nos conduziram a uma situação sem precedentes na história do nosso planeta. A saúde da Terra é indispensável para poder conceber um futuro próspero e justo para a humanidade. Para isso, devemos trabalhar em termos de sustentabilidade a partir de todos os aspectos que estão ao nosso alcance: educação, inovação e criação de parcerias. O Antropoceno, esta nova era na qual vivemos e onde a mudança global é a realidade imperante, oferece todo um universo de oportunidades para gerar um mudança de rumo no nosso modelo de desenvolvimento. Começamos?

Carlos Sallé 2

Carlos Sallé

Diretor de Políticas Energéticas e Mudanças Climáticas da Iberdrola

 

David_Saddington_1

David Saddington

Consultor sobre mudança climática

Photo Tere Gonzalez

Teresa González

Young Leader for the SDGs (ONU) e fundadora da Liter of Light (México)

Fernando_Valladares.2jpg

Fernando Valladares

Vice Director do Institute foProfessor de pesquisa CSIC (Conselho Superior de Pesquisas Científicas da Espanha) e professor associado da URJC. Especialista em mudanças globais

David-Murphy

David F. Murphy

Vice Director do Institute for Leadership & Sustainability (IFLAS), University of Cumbria (UK)

 


10.00h-11:00h

Café networking


11.00h – 12:30h

Sessões interativas paralelas I

Educação

O compromisso dos jovens com os ODS

11.00h – 12.30h

Os ODS afetam de maneira direta a vida e o futuro dos jovens, sendo atores chave para a consecução dos ODS; porém, são excluídos de quase todos os cenários de decisão para o futuro. Atualmente, a verdadeira inovação é escutá-los, torná-los partícipes da tomada de decisões em todos os âmbitos, apoiá-los e promover as suas boas ideias e talento, fomentar os ambientes de pesquisa e conhecimento, nos quais possam se inspirar, conectar e se comprometer com o bem comum. O que devemos fazer para conseguir e materializar seu compromisso?

Tere González García 2

Teresa González García

 Young Leader for the SDGs (ONU) e fundadora de Liter of Light (México)

Karim Abouelnaga 2

Karim Abouelnaga

Emprendedor social e educativo, fundador de Practice makes perfect

Eduardo Sáenz de Cabezón 2

Eduardo Sáenz de Cabezón

Matemático, professor de Linguagens e sistemas informáticos, Universidade de La Rioja. Fundador do grupo Big Van, Cientistas sobre rodas

 

Alejandra Acosta 2

Alejandra Acosta

Representante da Espanha na rede de jovens “2030 today”, fundadora do projeto “Break the silence”, e cofundadora da iniciativa da ONU mulheres “HeForShe”

 

Meio ambiente

Oceanos que falam. Educação e conscientização para atenuar e adaptar-nos às mudanças climáticas no ambiente marinho

11.00h – 12.30h

Os oceanos são, somente por sua extensão, o principal ecossistema do nosso planeta. Além disso, cumprem uma função essencial na nossa capacidade de atenuação e adaptação às mudanças climáticas. Porém, os ecossistemas marinhos estão gravemente ameaçados e sua função como reguladores do clima e da saúde do planeta está comprometida. Como podemos educar a sociedade sobre a importância dos oceanos e a necessidade de cuidá-los? Combinaremos diferentes abordagens para educar e engajar todos os setores da sociedade sobre a importância de conservar estes valiosos ecossistemas.

Cecilia Carballo

Cecilia Carballo

Diretora de Programas no Greenpeace Espanha

Josep María Gili 2

Josep María Gili

Professor de pesquisa do Instituto de Ciências do Mar de Barcelona – CSIC

Jose Abel Flores

José Abel Flores

Catedrático de Micropaleontología y Oceanografía

Andrés Sanz

Andrés Sanz

Chefe de Prevenção de Riscos no Trabalho da Pharmamar

Inovação

Inovação financeira para o desenvolvimento

11.00h – 12.30

Estima-se que o cumprimento dos ODS custará entre 5 e 7 trilhões de dólares por ano até 2030. Contar com estruturas e instrumentos financeiros inovadores é fundamental para poder atingir o objetivo, mas também é necessário uma mudança de mentalidade que coloque o foco em realizar investimentos em empresas e ativos sustentáveis. Que iniciativas financeiras já existentes podem contribuir para alcançar os ODS? Que outras iniciativas seriam necessárias para conseguir que empresas, fundos e particulares contribuam com seus investimentos para conseguir ditos objetivos?

Toni Ballabriga

Antoni Ballabriga

Diretor Global de Negócio Responsável do banco BBVA

 

Susana-Penarrubia2

Susana Peñarrubia

Head of ESG Integration, Senior Portfolio Manager Equities European ESG & Head of Utilities DWS Investment GmbH, Alemanha

Roberto Fernández Albendea

Roberto Fernández

Diretor de RSC, de Relação com Investidores e Comunicação da Iberdrola

 

Tania Salvat

Tania Salvat

Vice-presidenta da BlackRock Espanha

 

Parcerias

Parcerias: aprofundando-se no porquê

11.00h – 12.30h

Analisaremos a Parceria Shire, uma plataforma de inovação para a melhoria do acesso à energia para populações refugiadas e deslocadas, e a Coalizão Chagas, que une esforços para promover o acesso a diagnósticos e tratamentos dos pacientes de Chagas, assim como estimular a inovação em novas ferramentas para combater a doença Leda Stott facilitará a conversação entre os participantes e os representantes de ambas as parcerias, aprofundando-se nas razões pelas quais trabalhar de forma conjunta pode gerar um impacto muito maior que os resultados que se conseguem mediante ações isoladas.

alianza shire

Representante de Alianza Shire

Javier Sancho

Javier Sancho

Coordenador da Coalizão Global de Chagas, ISGlobal

Leda_Stott 2

Leda Stott, itdUPM

Asesora de aprendizaje de la Parterships Broker Association

foto-Leyre-Pajín2-150x150

Leire Pajín

Diretora Desenvolvimento Internacional ISGlobal

 

12.30h – 14:00h


Sessões interativas paralelas II

Educação

Educação educação e os meios de comunicação

12.30h – 14.00h

Estamos imersos em uma sociedade mediática e nosso estilo de vida convive com as mensagens transmitidas pelos meios de comunicação. Atualmente estas mensagens são muito mais numerosas que as que chegam pelo ensino e conteúdos transmitidos na escola. Esta realidade converte os meios de comunicação em uma ferramenta educativa muito poderosa, mas educar não é a sua finalidade principal. De que forma podemos inclui-los no processo de ensino-aprendizagem? De que forma contribuem para a formação em termos de valores? Que implicação devem ter na educação? Qual é a responsabilidade dos profissionais da comunicação?

Angelica Dass

Angelica Dass

Artista, fotógrafa e ativadora social. Fundadora do projeto educativo HUMANAE

Karim Abouelnaga 2

Karim Abouelnaga

Emprendedor social e educativo, fundador de Practice makes perfect

Eduardo Sáenz de Cabezón 2

Eduardo Sáenz de Cabezón

Matemático, professor de línguas e sistemas de computação da Universidade de La Rioja. Fundador da Big Van, Cientistas sobre rodas

Fundacion Atresmedia
Directora General: Doña Carmen Bieger
©  Alberto R. Roldan / Diario La Razon
28 03 2017

Carmen Bieger

Diretora-geral da Fundação ATRESMEDIA

 

Cecilia Olea

Cecilia Olea

Fundadora do Centro da Mulher Peruana Flora Tristán e representante da Articulação Feminista Marcosur

Meio ambiente

Circularizar-se”. Uma visão 360 para promover a economia circular

12.30h – 14.00h

O consumo responsável de matérias-primas, água e energia é fundamental para assegurar a permanência e funcionalidade dos ecossistemas e a nossa própria qualidade de vida. Nesta viagem até a sustentabilidade é imprescindível “circularizar” a economia. Para conseguir isso necessitamos a participação de todos os agentes sociais. Nesta sessão analisaremos as iniciativas que estão sendo feitas nos setores privados, públicos e terceiro setor para conscientizar, promover e chegar a implementar a economia circular.

Javier Goyeneche

Javier Goyeneche

Presidente e Fundador da ECOALF

Dulcinea Mejide

Dulcinea Meijide

Diretora de Desenvolvimento Sustentável da SUEZ Spain

Mónica Gutiérrez

Mónica Gutiérrez

Fundadora do coletivo BASURAMA

Linha temática de inovação

Inovação na cidade para conseguir os ODS

12.30h – 14.00h

Em um mundo onde mais de 70% da população mundial viverá em zonas urbanas, com um forte crescimento especialmente na Ásia e África, as autoridades locais e nacionais enfrentarão grandes desafios relacionados com mobilidade, energia, convivência e segurança, gestão de resíduos, imigração, moradia, construção sustentável… Os responsáveis pelas políticas municipais e nacionais terão indubitavelmente um papel fundamental, mas também terão que saber contar com outros atores essenciais da realidade urbana: empresas e cidadania. Como “cocriar” desde agora soluções para os desafios do futuro?

Augusto Barrera2

Augusto Barrera

Conselheiro do Governo do Equador e ex-prefeito de Quito

Kathleen Kennedy

Kathleen Kennedy

Director of Special Projects, MIT

Antonio Zurita

Antonio Zurita

Diretor-geral de Ação Internacional e Cidadania Global da Prefeitura de Madri

Parceiras 

A colagem das parcerias: o papel do facilitador

12.30h – 14.00h

O que é a facilitação de parcerias? Qual é o papel do facilitador? Quais conhecimentos são necessários para desempenhar este papel? A facilitação é capaz de fortalecer o impacto da colaboração entre sócios? A sessão versará sobre a figura do facilitador de parcerias, expondo, na forma de colóquio, a experiência de profissionais em seu dia a dia como facilitadores.

Maria Bobenrieth 2

Maria Bobenrieth

Executiva da Women Win

LEO MARTINS 2

Leonardo Martins Dias

 Assessor Estratégico de Sustentabilidade

ALEJANDRA ROJO 1

Alejandra Rojo

Responsável de Parcerias do ItdUPM e associada da Partnership Brokers Association

Leda_Stott 2

Leda Stott 

Especialista internacional em parcerias com múltiplos atores e associada da Partnership Brokers Association

Paloma_Andres2

Paloma Andrés

Especialista em desenvolvimento e RSC, associada da Partnership Brokers Association


14:00h – 15:30h

Cocktail networking: espaço para a interação entre participantes e palestrantes  


15.30h – 17:00h

Sessão plenária 

A educação, chave mestra para conseguir os ODS

Quando em setembro de 2015 foi aprovada a Agenda 2030, a comunidade internacional reconheceu que a educação é a chave para o sucesso dos 17 ODS. Sem uma cidadania global adequadamente formada não poderemos conseguir a mudança e a transformação que precisamos. Uma mudança que permita criar novos padrões educativos inovadores, alinhados com os novos tempos e as novas necessidades, e que assegurem o acesso universal e continuado a uma educação de qualidade, inclusiva e equitativa, a promoção das novas habilidades do século XXI, e a orientação ao consumo e produção responsáveis. Como reformular a educação para conseguir o cenário de futuro desejado pelos ODS na construção do bem comum?

Dvd 807 (16/09/16) Entrevista al experto en educación Sugata Mirtra. . © Carlos Rosillo .

Sugata Mitra

Pesquisador e professor de tecnologia educativa na Newcastle University e fundador da The School in the Cloud e do projeto SOLE

Angelica Dass

Angelica Dass

Artista, fotógrafa e ativadora social. Fundadora do projeto educativo HUMANAE

Karim Abouelnaga 2

Karim Abouelnaga

Emprendedor social e educativo, fundador de Practice makes perfect

Rob van Tulder 2

Rob van Tulder

International Business-Society Management, Universidade de Rotterdam

 


17.00h – 17:30h

Café networking


17.30h – 19:00h

Sessões interativas paralelas III

Educação

A influência da digitalização na educação

17.30h – 19.00h

Além de revolucionar o próprio processo educativo incorporando e facilitando oportunidades adicionais, o acesso à internet e às novas tecnologias também abriu novos espaços de aprendizagem e colaboração até agora inexistentes e, o que é mais importante, o próprio acesso à educação tanto regulada como não regulada, tornando possível algo que até agora parecia impossível: o acesso universal à educação.

Dvd 807 (16/09/16) Entrevista al experto en educación Sugata Mirtra. . © Carlos Rosillo .

Sugata Mitra

Pesquisador e professor de tecnologia educativa na Newcastle University e fundador da The School in the Cloud e do projeto SOLE

Javier Bronchalo

Javier Bronchalo

Empreendedor social e educativo. Cofundador da Origami for Change, INQ Learning e SOLE Spain

Meio ambiente

A Cidade Humana. Ideias para uma urbanização inclusiva e sustentável

17.30h – 19.00h

Atualmente, mais da metade da população vive em cidades e a tendência é aumentar rapidamente esta proporção de tal forma que neste século mais de 80% das pessoas morarão em cidades. Porém, os espaços urbanos são, em muitos casos, inumanos e pouco habitáveis. Tornar os ambientes urbanos espaços sustentáveis e inclusivos é, sem dúvida, um dos maiores desafios que enfrentamos como sociedade. Nesta sessão discutiremos, com a ajuda de especialistas com perspectivas complementares, o que podemos fazer para melhorar o meio ambiente urbano e conseguir que as cidades sejam cada vez mais humanas e sustentáveis.

barbara-pons-fotoCV2 (1)

Bárbara Pons

Departamento de Estratégia Urbana – Barcelona Regional

maria camila uribe

Maria Camila Uribe

Asesora Principal del Banco Interamericano de Desarrollo

Valentín Alfaya2

Valentín Alfaya 

Diretor de Segurança, Saúde, Qualidade e Meio Ambiente do Grupo Ferrovial

Victor Viñuales2

Victor Viñuales 

Diretor da Fundação Ecología y Desarrollo (Ecodes)

Inovação

Inovação social no setor público e privado

17.30h – 19.00h

Diante dos desafios globais que os ODS tentam abordar e das limitações dos atuais modelos de inovação, a Inovação Social representa um marco onde os sistemas de inovação públicos e privados podem interagir e operar em uma escala maior. Propostas como as Plataformas de Inovação Aberta representam uma alternativa, ao contar com ferramentas de escuta comunitária, de sistematização da “cocriação” de novas soluções, prototipagem, escala e novos sistemas de avaliação do impacto. Como funcionam estas plataformas e como gerar novos sistemas de financiamento para torná-las sustentáveis?

gorka_espiau2

Gorka Espiau

Professor na Universidade McGill de Montreal e Senior Fellow na The Young Foundation e no Agirre Lehendakaria Center (UPV-EHU)

Jayne Engle

Jayne Engle

Diretora de Programas e líder de Cidades para a Pessoas da McConnell Foundation, Canadá

Silvia Maldonado

Silvia Mandonado

Chefia dos programas internacionais na Fundação bancária “la Caixa”

Shrashtant Patara

Shrapnel Pátara

Vice-presidente, Development Alternatives Group. Inovação público-privada na Índia

Jorge Barrero

Jorge Barrer

 Diretor-geral da Fundação COTEC para a Inovação

Diego Rubio

Diego Rubio

Assessor da Secretaria-geral Ibero-americana e Diretor do Projeto Quarto Setor para a Ibero-América

Parceiras 

“Cocriando” diretrizes para a transformação

17.30h – 19.00h

Gerar propostas para a melhoria do trabalho em parcerias com múltiplos atores, assim como elementos concretos para a Declaração de Salamanca via uma sessão interativa com os participantes. O objetivo é que os participantes trabalhem conjuntamente na “cocriação” de ferramentas e metodologias que tenham impacto em três esferas diferentes do trabalho em parcerias: individual, organizacional e de contexto.

David-Murphy

David F. Murphy

Vice-diretor do Instituto de Liderança e Sustentabilidade (IFLAS), Universidade de Cumbria (Reino Unido)

Rob van Tulder 2

 Rob van Tulder

Business-Society Management, Universidade de Rotterdam

Maria Bobenrieth 2

Maria Bobenrieth

Diretora Executiva da Women Win

Alejandra Rojo

Alejandra Rojo

Chefe de Parcerias do itdUPM (Centro de Inovação em Tecnologia para o Desenvolvimento da Universidade Politécnica de Madri)

 

Leda_Stott 2

Leda Stott

Especialista internacional em parceria com múltiplos atores

LEO MARTINS 2

Leonardo Martins Dias

Strategic Sustainability Advisor 

20:30h

Jantar Coquetel networking: espaço para a interação entre participantes e palestrantes com show de jazz

Sexta feira, 29 de junho

9.00h – 10:30h

Sessão plenária

Repensar a inovação necessária para conseguir os ODS

A Agenda 2030 é essencialmente uma chamada para a transformação global que requer grandes parcelas de criatividade; é aqui onde a inovação pode jogar um papel chave para atingir os ODS. Porém, a inovação pode provocar consequências que não são tão positivas como as esperadas e que afetam o meio ambiente, a inclusão social, a desigualdade e geram uma brecha tanto social como econômica. Que tipo de inovação precisamos para o futuro do planeta? Sobre que conceito de inovação poderemos construir um mundo melhor e conseguir alcançar os ODS até 2030?

Augusto Barrera2

Augusto Barrera

Conselheiro do Governo do Equador e ex-prefeito de Quito

Wanjira Mathai

Wanjira Mathai

Fundadora do Green Belt Movement e Presidenta da Wangari Maathai Foundation

 

Saskia Sassen2

Saskia Sassen

Professora catedrática de sociologia da Universidade de Columbia de Nova York e prêmio Príncipe de Astúrias de sociologia 2013

Maria Bobenrieth 2

María Bobenrieth

Diretora Executiva da Women Win


10.30h-11:00h

Café networking


11.00h – 12:30h

Sessões interativas paralelas IV

Educação

O papel das universidades na consecução dos ODS

11.00h – 12.30h

As universidades como elo fundamental entre a formação e especialização e a vida profissional, como verdadeiros centros de pesquisa e espaços de aprendizagem que, por sua liderança social, desempenham um papel fundamental na sociedade e na consecução da Agenda 2030 através da conscientização, orientação e preparação de todas as pessoas no caminho aos ODS. Analisaremos esta liderança social e como podem ser os catalisadores da inclusão dos ODS em todos os âmbitos de maneira natural.

Felix García Lausín 2

Félix Garcia Lausín

Comissariado do Espaço Ibero-americano do Conhecimento (EIC)

Julio Lumbreras

Julio Lumbreras

Membro do comitê de direção do itdUPM

Pastora Martínez

Pastora Martínez

Vice-reitora de Globalização e Cooperação da UOC e presidenta do Grupo de Trabalho de Cooperação da Comissão Setorial de Internacionalização e Cooperação da CRUE

ELIZABETH BERNAL GAMBOA

Elizabeth Bernal Gamboa

Coordenadora Acadêmica Associação Colombiana de Universidades

Victoria Muriel

Victoria Muriel

Professora da universidade de Salamanca e membro do Conselho de Cooperação ao Desenvolvimento

Meio ambiente

Degradação líquida zero e crescimento verde: ferramentas para implementar o ODS 15

11.00h – 12.30h

O modelo de desenvolvimento global atual é contrário à integridade dos ecossistemas. Não podemos permitir degradar o meio ambiente para crescer, precisamente pela nossa dependência de determinados recursos naturais cada vez mais valiosos e escassos. Portanto, é imprescindível gerar uma transição para um crescimento verde compatível com um meio ambiente rico e funcional. Existem iniciativas cujo objetivo é parar a perda de florestas, de solo fértil e, em geral, atenuar a degradação ambiental e chegar a revertê-la mediante uma restauração ecológica e uma adequada governança global onde as diferenças norte-sul desapareçam. Todos devemos nos alinhar para gerar uma mudança que nos leve à degradação zero. Quer fazer parte?

Wanjira Mathai

Wanjira Mathai

Fundadora do Green Belt Movement y presidenta da Fundação Wangari Maathai

Amparo Lobato PQ

Amparo Lobato

Comunicação Corporativa e Relações Públicas da Kellogg’s Iberia

Fernando_Rodriguez2

Fernando Rodríguez

Professor de Economia Aplicada da Universidade de Salamanca

Inovação

O grande desafio da desigualdade na inovação

11.00h – 12.30h

O desenvolvimento sustentável é aquele que “procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades”. Os ODS são a última tentativa para implementar esse conceito e uma ética de mudança tecnológica e social que favoreça uma maior igualdade. Estamos há mais de trinta anos experimentando, mas a desigualdade aumenta cada vez mais em termos econômicos, sociais e políticos. O que é que aprendemos? Como repensar e praticar novas formas de inovação pelo futuro? Como é possível reduzir a desigualdade através da inovação?

Adrian Smith 2

Adrian Smith

Professor catedrático em Tecnologia e Sociedade, Science Policy Research Unity e Centro STETPS (Social, Technological and Environmental Pathways to Sustainability), University of Sussex, Reino Unido

Mariano Fressoli

Mariano Fressoli

Sociólogo e Doutor em Ciências Sociais, Universidade de Buenos Aires

antonio lafuente

Antonio Lafuente

Pesquisador sênior do Centro de Ciências Humanas e Sociais do CSIC, Espanha

Aritz Otxandiano

Aritz Otxandiano

Responsável de inovação social do grupo Fagor, grupo Mondragón

Victoria Pellicer

Victoria Pellicer

Pesquisadora da Universidade Politécnica de Valência e Presidenta da Som Energia

Parceiras 

Criando conexões: Parceria para a Declaração de Salamanca

11.00h – 12.30h

Leda Stott e Giulio Quaggiotto encerrarão a Linha de Parcerias facilitando uma sessão onde se resumirá o aprendido na conferência, ressaltando e refletindo sobre as mensagens principais que tiverem surgido nas sessões prévias, com um olhar crítico que visa melhorar o trabalho em parceria para atingir os ODS e, da mesma forma, concretizar os passos a seguir no futuro.

Leda_Stott 2

Leda Stott

Especialista internacional em parceria com múltiplos atores

giulio-quaggiotto2

Giulio Quaggiotto

Advisor – Aliança europeia pelo clima

Carlos_Mataix2

Carlos Mataix

Professor titular da UPM e diretor do itdUPM

Mónica Oviedo

Mónica Oviedo

Responsável de Gestão de Sustentabilidade do Grupo Iberdrola

12.45h – 14:00h

Os meios de comunicação e os ODS: o futuro se escreve hoje

Em dezembro de 2014, o então Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon publicava o relatório “O Caminho para a Dignidade em 2030” onde determinava um tipo de abordagem e diretrizes para uma das maiores transformações da história do planeta. Dito relatório foi aprovado por 193 Estados na forma de 17 objetivos. Como transferir este grande marco à população do planeta para que se envolva na grande transformação que nos leve à sustentabilidade?

marta garcia haro

Marta Garcia Haro

Responsável do escritório espanhol da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (SDSN)

alejandra_agudo

Alejandra Agudo

Jornalista da Planeta Futuro (El País)

Andreu Escrivà

Andreu Escrivà

Profissional das ciências ambientais, pesquisador em ecologia e divulgador científico

Ignacio Fernández Sobrino (1)

Ignacio Fernández Sobrino

Diretor Regional da rádio Onda Cero e Antena 3 Televisão em Castela e Leão, Espanha

Laura Prieto

Laura Prieto

Diretora Sector.3 na RTVE

13.30h

14.30h-15:00h

Sessão de encerramento: a Declaração de Salamanca; conhecimento compartilhado e assunção de compromissos

 

Cerimônia de encerramento da conferência